A unidade na RCC

RCC-BRASIL

Por José Cláudio da Silva*

O tema proposto para a RCC para o ano de 2014 é: “Conservar a unidade do Espírito pelo vínculo da Paz”. Ef 4,3.

Durante todo ano de 2014 estaremos refletindo e escrevendo sobre a unidade, unidade essa que Jesus pediu na oração sacerdotal. “Eu não rogo somente por eles, rogo também por aqueles que, graças à sua Palavra, creem em mim: que todos sejam um, como tu, Pai, estas em mim e eu em ti; que também eles estejam em nós, afim de que o mundo creia que tu me enviaste”. Jo 17,20-21

Jesus é um com o Pai e quer que sigamos seu exemplo, por isso pede pela unidade. Jesus como revelação perfeita do Pai pede que cada um de nós vivesse na verdade de Deus que Ele nos ensinou.

Neste texto, o núcleo da pregação de Jesus é a unidade, entre eles com Jesus e com Deus. A unidade dos fieis será um sinal para que o mundo creia que Jesus é o enviado de Deus.

Não tem sentido dizer que somos cristãos se não estivermos participando da vida eclesial na paróquia em que habitamos. Eu sou livre para orar com irmãos de outras paróquias. Mas também tenho toda liberdade de participar ativamente das missas, das novenas, das quermesses, do Grupo de Oração da minha paróquia. O sentido de ser igreja está na unidade e comunhão com todos os irmãos de forma fraterna.

Ser Igreja é ter a liberdade de dar prioridade aos eventos da minha diocese, ainda que tenha um mega evento nas outras dioceses na mesma data.

No Movimento da Renovação Carismática Católica deve imperar a unidade entre os ministérios. Os ministérios são muitos, cada um tem sua função, mas todos devem estar voltados para o mesmo objetivo. A soma entre eles quando trabalhado de forma coesa pode elevar o movimento. Quando são fragmentadas as propostas em nível nacional, estadual, diocesano e paroquial, o Movimento todo perde. O quanto já se ouviu dizer assim: “O conselho nacional e toda instância da RCC está dizendo para fazer isso, a proposta é boa, mas lá na paróquia que coordeno a realidade é outra, vamos fazer do nosso jeito”. Quando alguém pensa e faz isso está rompendo com a unidade.

Somos chamados ao amor. Amar é olhar na mesma direção da RCC, é viver a ministerialidade orgânica, um ministério colaborando com o outro. Ninguém pode se sentir melhor que o outro. Nos serviços da Renovação Carismática só se terá êxito se todos os ministérios colaborarem para que ninguém queime etapas. Olhar na mesma direção é encaminhar os irmãos para fazer o módulo básico antes de ir para um ministério específico.

“Nisto se manifestou a caridade de Deus para conosco, em que o Filho unigênito de Deus foi enviado ao mundo pelo Pai a fim de que feito homem, desse nova vida pela redenção a todo gênero humano e o unificasse.” Unitatis Redintegratio.

*José Cláudio da Silva é coordenador diocesano do Ministério de Formação da RCC Guaxupé e membro do núcleo estadual do Ministério de Formação.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest