É para a liberdade que Cristo nos libertou

Correntes1

Desde o primeiro testamento vimos que o povo de Deus anseia por liberdade. Uns dos exemplos vêm nos primeiros capítulos do livro do Êxodo onde Moises é escolhido por Deus para libertar o povo que vivia na escravidão pelo Faraó no Egito. Um tempo de quarenta anos, simbolizando uma luta constante. Todos os dias novos desafios para chegar à terra prometida e só depois conquistando a liberdade.

Uma forma de escravidão é a do povo do Egito que sai em fuga pelo deserto. Temos outros tipos de escravidão: pessoas são raptadas pelas drogas, pelo trabalho forçado e existe também o tráfico de pessoas. Existem ainda outros modelos de escravidão que vamos refletir neste artigo.

Jesus vem a este mundo para nos salvar e nos libertar de toda escravidão. Com seu nascimento, morte e ressurreição, nós ganhamos a liberdade, nos resgatou e nos tirou da prisão pagando um preço muito alto. “Realmente foste, comprados. Não vos torneis, pois, escravos de seres humanos.”1ªCor7, 23.

Cristo nos liberta por meio da sua Palavra. A Palavra de Deus deve ser lida, meditada, orada e contemplada todos os dias. Ele nos liberta também pela oração de cura interior. Quantos de nós necessitamos ser curados das nossas lembranças dolorosas ou emoções que marcou nossa vida no passado. Outra via que Jesus usa para nos libertar é por meio da oração de louvor. “Primeiro, devemos louvar a Deus por aquilo que Ele é, este é o louvor mais refinado, sem intenções, é o louvor gratuito, amadurecido.” (Apostila Reavivamento do louvor da RCCBRASIL).

Jesus hoje quer nos libertar da mentira, pois Jesus é a verdade. “… Conhecereis a verdade, e a verdade vos tornarão livres.” Jo 8,32. Quanta mentira justificando um atraso, uma ausência na reunião, um esquecimento de dar um telefonema.

O que aprisiona o homem é o pecado. Vivemos no mundo do permissivismo. Tudo é permitido. Mas para nós cristãos não é assim.

Vai dizer o catecismo da Igreja Católica número 1250 “Por nascerem com uma natureza humana decaída e manchada pelo pecado original, também as crianças precisam do novo nascimento no batismo, a fim de serem libertadas do poder das trevas e ser transferidas para o domínio da liberdade dos filhos de Deus.” Jesus nos ama e ninguém pode roubar a liberdade de filhos. O que não podemos é voltar à vida de homem velho, ou seja, sair do amor de Deus.

Se você aceitar a condição de viver fora de Deus e dar livre acesso ao mal você vai perde a liberdade. Ou ganhará a liberdade vivendo no serviço ao Senhor e sendo fiel ao seu chamado.

Seja livre, não tenha medo! O Senhor está conosco. “Não tendes sido provados além do que é humanamente suportável. Deus é fiel, e não permitirá que sejais provados acima de vossas forças”. 1ª Cor 10,13.

*José Cláudio da Silva

Membro do núcleo do Grupo de Oração Nossa Senhora das Graças

Membro do núcleo estadual do Ministério de Formação da RCC Minas

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest