Ministerialidade e a RCC

MUSICA

Por José Cláudio da Silva*

Distinção entre carisma e ministério: Deus no seu infinito amor por nós nos deu os carismas que são dons, graças, presentes… 1ª Cor 12,4-7.

“Estes carismas quer sejam os mais elevados quer também os mais simples e comuns, devem ser recebidos com ação de graças e consolação, por serem muito acomodados e úteis às necessidades da Igreja.” LG 12.

“Ministério é antes de tudo, um carisma, ou seja, um dom do alto, do Pai, pelo Filho, no Espírito que torna seu portador apto a desempenhar determinadas atividades, serviços e ministérios em ordem à salvação”. Doc 62 CNBB

“Nem todo carisma é, porém um ministério. Certamente, a dimensão do serviço deve caracterizar todo carisma, e seu portador deve aspirar ao dom maior que é o amor. Mas só pode ser considerado ministério o carisma que na comunidade e em vista da missão na Igreja e no mundo assume a forma de serviço bem determinado”. Doc 62 CNBB

A pessoa que possui um carisma deve colocar a serviço da comunidade. Se tal pessoa tem um carisma de tocar violão, por exemplo, mas não coloca a serviço, deixa de ser um ministério.

Há mais de vinte anos quando participei pela primeira vez de um “dia de louvor” da RCC, as músicas alegres e bem colocadas, ajudou-me a abrir meu coração para o chamado de Deus na minha vida.

Uma pessoa que está engajada num serviço na Igreja ou na RCC, coordenando um serviço em qualquer instância, precisa zelar pela unidade com todos os outros ministérios, um ajudando o outro. “… eu neles, e tu em mim, para que sejam perfeitamente unidos, e o mundo conheça que tu me enviaste e os amaste como amaste a mim.”- Jo 17,23b.

Certa vez, uma pessoa que coordenava um serviço na RCC me disse: “O importante é eu fazer bem a minha parte”. Outra pessoa me disse: “O meu grupo não falta nada, está muito bem”.  Pois bem, o serviço que coordeno está bem, e os outros? De que forma podemos ajudá-los? Se o seu Grupo de Oração está esbanjando servos e o outro está carente de servos podemos unir nossas forças fortalecendo o outro Grupo de Oração. Isso pode aplicar em todos os serviços da Renovação Carismática Católica.  Fazer bem a nossa parte é zelar pelo bom andamento de toda organização de serviço do movimento. É prá isso que fomos chamados na obra do Senhor.  Unidade não exclui a diversidade dos carismas.

*José Cláudio da Silva

Participa como servo do Grupo de Oração Nossa Senhora das Graças, em Guaxupé, e é coordenador diocesano do Ministério de Formação.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.“>zeclaudiosilva@bol.com.br

( 35 ) 3551-3982

( 35 ) 8853-9616

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest